» Você dá a devida importância ao seu Filtro Solar?
Data: 4 de janeiro de 2017
Autor: Karen Noleto
Tags: ,
capa
Você dá a devida importância ao seu Filtro Solar?

Para inaugurar o espaço em que falaremos um pouco sobre beleza, trataremos de um assunto importantíssimo: Protetor Solar!

 

Chegou o verão e com ele a vontade de ter aquele bronzeado bonito de ver, mas perigoso de pegar se não fizermos de forma correta. Sabemos que o sol é prejudicial à nossa pele e devemos tomar as devidas precauções para ficarmos com uma cor bonita e, ainda assim, saudáveis.

 

É fácil lembrar-se de passar o filtro solar quando estamos na praia, piscina, ou melhor, quando o sol aparece. O erro mais comum ao cuidarmos da nossa pele no dia-a-dia é esquecer, e até mesmo desmerecer, o uso desse produto que, além de prevenir contra os danos do sol, manchas, queimaduras e câncer de pele, é o melhor anti-idade EVER. De nada vai adiantar fazer uma rotina de tratamento de pele todo dia se nele não estiver incluso o protetor solar.

 

Existem diversos tipos no mercado, spray, gel, creme e é importante escolher o que melhor se adapta à nossa pele, por exemplo: peles mais secas tendem a se dar melhor com os cremes e peles mistas/oleosas com o gel. Eles protegem contra os raios UVA e UVB que não estão presentes só quando vemos o sol, mas em dias nublados, em dias de chuva e são muito nocivos à nossa pele.

 

*Explico:

UV-A – Bronzeiam superficialmente, porém, contribuem para o envelhecimento precoce da pele, induzido pela exposição solar prolongada;

 

UV-B – São consideradas mais lesivas que as radiações UV-A. Em excesso, causam eritema (queimadura solar), envelhecimento precoce e câncer de pele, atingindo, principalmente, pessoas de pele clara. Então, a dica é: protetor solar o tempo todo!

*http://www.inmetro.gov.br/consumidor/produtos/protetorSolar.asp?iacao=imprimir

Karen Noleto

Por entre máscaras e sonhos, uma menina doce num corpo de mulher. Ama o mundo da fantasia, principalmente por ser lá onde tudo se cria e transforma. Sociável no seu mundo interior, maquiadora da sua própria armadura feita de purpurina e paetês. Dividida entre seu mundo lógico e matemático e seu mundo performático. Tá querida?
   << voltar

Comentários